domingo, 29 de julho de 2012

Neymar e a Comemoração" Era para o Bolt; fizemos o mesmo sinal"

Neymar explica comemoração:



Atacante da seleção brasileira é fã do atleta jamaicano. Na vitória por 3 a 1 sobre a Bielorrússia, craque fez um gol e deus duas assistências

Por Marcio IannaccaDireto de Manchester, Inglaterra

7 comentários
Autor de um gol e duas assistências na vitória por 3 a 1 da seleção brasileira sobre a Bielorrússia, pela segunda rodada do torneio de futebol das Olimpíadas de Londres, Neymarmais uma vez foi o destaque. E na comemoração, o atacante santista homenageou um dos protagonistas dos Jogos: Usain Bolt.
Depois de marcar um golaço de falta - o 100º do Brasil na história do futebol olímpico - e comemorar com os amigos, Neymar e Marcelo se posicionaram na lateral do gramado e fizeram um sinal com o braço esticado para o céu em alusão ao velocista jamaicano. Bolt foi destaque nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, e chega como favorito ao ouro em Londres.
- Era para o Bolt (a comemoração). Se vocês repararem nós fizemos o mesmo sinal que ele faz (normalmente quando vence as corridas) – explicou Neymar.
neymar marcelo brasil gol bielorrussia futebol londres 2012 (Foto: Agência Reuters)Neymar e Marcelo imitam o jamaicano Usain Bolt em comemoração de gol (Foto: Agência Reuters)
O craque da seleção brasileira, aliás, tem um desejo nessas Olimpíadas: encontrar Usain Bolt na Vila Olímpica. Se a delegação de futebol do Brasil for novamente ao local, Neymar disse recentemente que gostaria de ver o jamaicano, pedir foto, autógrafo.
Sobre a partida contra a Bielorrússia, vencida por 3 a 1, de virada, Neymar resumiu o duelo como uma prova de fogo para a Seleção.
- Foi bom. Era uma prova de fogo. Nosso time está trabalhando bem – finalizou.
Já classificada para as quartas de final do torneio de futebol, a seleção brasileira volta a campo na quarta-feira, contra a Nova Zelândia, em Newcastle, às 10h30.
 

Links Patrocin

sábado, 28 de julho de 2012

Londres:Da tradição à cultura pop

Da tradição à cultura pop: 



LONDRES ABRE AS OLIMPÍADAS

Festa criada pelo diretor de cinema Danny Boyle privilegia a música britânica, abre espaço para o humor e emociona com Paul McCartney

Por GLOBOESPORTE.COMLondres
162 comentários
Fogos da cerimônia, Londres (Foto: Agência Reuters)Fogos explodem no céu de Londres: começam
as Olimpíadas (Foto: Agência Reuters)
Londres, tão cosmopolita, com gente de tantas cores, tantos pensamentos sobre tudo, tantas crenças e descrenças, soube ser aquele mosaico que ela própria é, e que as próprias Olimpíadas são, na cerimônia de abertura dos Jogos de 2012. Da arte mais erudita à cultura mais pop, da maior sobriedade à extravagância mais gritante, do drama ao humor, uma festa de quase quatro horas deu boas-vindas ao mundo nesta sexta-feira, no Estádio Olímpico. A apresentação do ex-Beatle Paul McCartney e o acendimento da tocha por um grupo de sete jovens atletas britânicos foram o ponto alto da histórica noite londrina - que também teve as expressões caricatamente britânicas de Mr. Bean como destaque.
Paul McCartney abertura olimpíadas 2012 Londres (Foto: Reuters)Paul McCartney encerra festa da abertura das Olimpíadas de Londres (Foto: Reuters)
Não foi uma cerimônia tão empolgante quanto a de Pequim 2008, mas deixou marcas. A coordenação do evento foi de Danny Boyle, cineasta responsável por filmes como "Trainspotting" e "Quem quer ser um milionário?". Ele privilegiou a música britânica, aproveitando uma frase tirada de Shakespeare, sobre a "ilha de sons" que receberá as Olimpíadas. A festa teve de tudo: da Rainha Elizabeth II a Harry Potter; de James Bond aos maiores grupos de rock da história.
E, acima de tudo, teve Paul McCartney. Ele fechou a festa. Emocionou com duas músicas: "Hey Jude" e "The End". A segunda deixa uma mensagem de paz ao dizer que, no final das contas, o amor que você recebe é o mesmo que você cativa.
De Shakespeare a Mr. Bean
Cerimônia de abertura, Rowan Atkinson, mr bean (Foto: Agência AFP)Mr. Bean é uma das atrações da abertura dos 
Jogos Olímpicos (Foto: Agência AFP)
Foi uma mistura. De certa forma, William Shakespeare dividiu palco com Mr. Bean. J.K. Rowling, a escritora de Harry Potter, esteve acompanhada por Bond, James Bond. Beatles, Stones, Queen, The Who, Eric Clapton, Amy Winehouse: chegou a ser sacanagem... Londres fez questão de lembrar ao mundo, e talvez a si própria, o quão gigantesco é seu rastro cultural, quanta história ela tem para contar - e quanta história já contou. Boa parte da cerimônia de abertura foi mais musical, literária e política do que esportiva, como que a sublinhar que as Olimpíadas vão muito além do esporte.
Houve momentos de risos e momentos de emoção. Antes mesmo das 17h, atores já interagiam com animais no palco, diante da representação de uma Inglaterra campestre, bucólica. Mas os tempos mudaram, e o centro do Estádio Olímpico também. Conforme o cenário se modificava radicalmente, trocando o verde pelo cinza, as personagens migravam do campo para a cidade. Era a Revolução Industrial, uma marca da Inglaterra. Chaminés surgiram no meio do palco. Tudo virou uma enorme fábrica.
Ator Kenneth Branagh atua na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos (Foto: Agência Reuters)Ator Kenneth Branagh atua e declama texto de
William Shakespeare (Foto: Agência Reuters)
E uma fábrica que também cria aros. Aros olímpicos. A construção de um deles foi simulada ali mesmo, por operários, enquanto os outros desciam do céu, onde logo se encontrariam para formar o símbolo que dizia ao mundo: começaram as Olimpíadas.
Corais infantis homenagearam os países da Grã-Bretanha, cada qual em algum ponto de Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Foram lembrados esportes expressivos de cada uma das nações. Em seguida, o ator Kenneth Branagh foi a palco para representar Shakespeare. "Não tenham medo; é uma ilha cheia de sons", declamou ele, fazendo referência à obra "A Tempestade", tema da abertura.
Foi o início do desfile cultural dos londrinos. E das risadas, já que o humor britânico não falha. A literatura não ficou restrita a Shakespeare. Textos infantis célebres foram lembrados. Rowling declamou trechos de Peter Pan, enquanto crianças, no palco, fugiam de monstros. Daniel Craig reencarnou James Bond para, em um vídeo, buscar a Rainha Elizabeth II no Palácio de Buckingham. Foi simulada a ida deles de helicóptero até o estádio - e o melhor: um salto de paraquedas na direção da festa. Em seguida, a Rainha (a verdadeira, não a atriz) apareceu e foi aplaudida pelo público.
A trilha sonora do filme "Carruagens de Fogo", de 1981, de enredo olímpico, parecia direcionada a ser um momento emotivo. Não era. Do nada, surgiu Mr. Bean, o sujeito atrapalhado que o ator Rowan Atkinson tornou famoso mundo afora. Ele tocou piano, sempre na mesma nota, acompanhando a música, com cara de tédio. Pegou o celular para fazer fotos. E adormeceu. Acabou sonhando que estava em uma corrida. E que conseguia vencê-la - trapaceando, claro.
Cerimônia de abertura, Londres, Beatles (Foto: Getty Images)Revoluções culturais são lembradas na abertura das Olimpíadas (Foto: Getty Images)
Uma forte sequência musical agitou o estádio. O pop e o rock britânicos foram lembrados com alguns de seus principais clássicos: "My Generation", do The Who, "Bohemian Rapsody", do Queen, e "Starman", de David Bowie, serviram como parte da trilha sonora. A mudança de ritmos ao longo dos anos foi mostrada na apresentação, que também lembrou a revolução tecnológica que acompanhou as transformações culturais, com a internet alavancando a era da conectividade.
A empolgação foi cortada para um momento de reflexão, de lembrança aos mortos. Emeli Sande cantou a música "Abide With Me", composta por Henry Fancis Lyte em 1847. Ele morreu três semanas depois de finalizá-la. A canção virou um hino para os britânicos. E foi a senha para, em seguida, começar o desfile das delegações.
Brasil muito aplaudido
Delegação do Brasil em Londres (Foto: Agência AFP)Com Rodrigo Pessoa à frente, delegação brasileira desfila (Foto: Agência AFP)
A primeira delegação a passar diante do público foi a Grécia. É uma tradição dos Jogos, já que o país é o berço da disputa. Depois, foi respeitada a ordem alfabética. O Brasil foi o 28º a entrar. E foi muito aplaudido.

Com o cavaleiro Rodrigo Pessoa como porta-bandeira, os atletas foram saudados pela presidente Dilma Rousseff. Eles chamaram a atenção do público pela roupa nada discreta: calça verde para os homens, saias ou verdes, ou amarelas para as mulheres. Os jogadores do time masculino de basquete pareciam particularmente eufóricos. Afinal, o Brasil esteve fora das Olimpíadas por 16 anos na modalidade.
Usain Bolt, Deleção da Jamaica (Foto: Agência Reuters)Usain Bolt com a bandeira da Jamaica
(Foto: Agência Reuters)
Diferentes nações, diferentes culturas, passaram diante dos olhos do mundo. O judoca Josateki Naulu, de Fiji, carregou a bandeira sem camisa, munido de um colar típico do país.

Usain Bolt, o homem mais veloz do mundo, capitaneou a delegação da Jamaica. A cada passo, foi alvo de incontáveis flashes. Sorridente, dançou ao ritmo da música que tocava de fundo. Foi rápido até ali: chegou a ficar alguns metros à frente dos compatriotas que o seguiam. Maria Sharapova, tenista russa, causou sensação parecida nos presentes. Os Estados Unidos também causaram impacto.
Mas a maior emoção foi com a passagem dos atletas britânicos. Ao som de "Heroes", de David Bowie, eles foram ovacionados por 80 mil pessoas, enquanto eram cobertos por 7 bilhões de pedaços de papel picado.
Paul McCartney e Muhammad Ali. E a tocha...
Mas a maior expectativa era pelos shows. E por Paul McCartney em especial. O clima beatlemaníaco já foi animado com a banda "Arctic Monkeys", que apresentou a música "Come Togheter", um dos grandes clássicos do grupo de Liverpool. Entre um show e outro, aconteceram os discursos oficiais, incluindo a declaração de abertura, de parte da Rainha.

Antes de Paul subir ao palco, ocorreu o hasteamento da bandeira olímpica (carregada por Marina Silva, ao lado de outras sete personalidades políticas, e levada às mãos de Muhammad Ali) e o acendimento da tocha. Ela chegou de lancha, com David Beckham, e depois foi carregada por outros atletas até as mãos de sete promessas do esporte britânico. Foram eles que acenderam uma estrutura, como se fosse uma flor com pétalas em chamas, que depois se ergueu no centro do gramado.
E veio a vez de Paul. Ele começou a apresentação com "The End". Depois, cantou "Hey Jude", quando o relógio já marcava quase quatro horas de festa. O estádio se emocionou. E os atletas dançaram, cantaram, brincaram, cobertos pela luz saída da tocha. Se houve um momento para cair a ficha de que eles estão nas Olimpíadas de Londres, foi aquele.
Pira Olímpica abertura olimpíadas londres 2012 (Foto: Reuters)Tocha Olímpica é acesa no Estádio Olímpico de Londres (Foto: Reuters)

Links Patroci

domingo, 22 de julho de 2012

Atirador foi rejeitado em Club de tiro

Dono de clube ligou para Holmes há um mês e ouviu "mensagem estranha".
Atirador estará em tribunal na segunda (23) para início do processo judicial.

Da EFE
Foto de James Holmes, suspeito do tiroteio desta sexta-feira (20) no Colorado, divulgada pela Universidade do Colorado (Foto: Reuters)James Holmes em foto divulgada pela Universidade
do Colorado (Foto: Reuters)
O autor do massacre em um cinema de Aurora, no Colorado, foi rejeitado por seu comportamento estranho em um clube de tiro nas proximidades de Denver, disse neste domingo ao canal "Fox" o dono do negócio.
Segundo Glenn Rotkovich, dono do centro de tiro Lead Valley Range, localizado em Byers, nos EUA, James Holmes, preso pelo assassinato de 12 pessoas na madrugada de sexta-feira passada, exibia um comportamento "estranho" e tinha uma mensagem de voz em seu telefone relacionada ao "Batman".
"Olhando para trás, poderia dizer que soava como o Coringa", afirmou Rotkovich em referência à voz da mensagem.
Segundo a polícia de Aurora, quando James Holmes, de 24 anos, foi detido, vestido com uma máscara de gás e roupas à prova de balas, ele disse que era o Coringa.
Fuzil falhou
Holmes invadiu a estreia de 'Batman: o Cavaleiro das Trevas Ressurge' armado com fuzil, uma escopeta e dois revólveres e disparou contra a multidão, matando 12 pessoas ferindo 58.
Segundo os investigadores, o fuzil de Holmes falhou durante a matança e ele teve que mudar de arma, o que diminuiu a intensidade de seu ataque.
De acordo com o dono do clube de tiro do Colorado, Holmes tentou ingressar no clube há menos de um mês, mas a política do local determina que é preciso conhecer seus membros, por isso o jovem teve que responder algumas perguntas por e-mail.
Foto do memorial em Aurora, Colorado, nos EUA, em homenagem às 12  vítimas do tiroteio desta sexta (20) em sessão do filme 'Batman', pelo qual já foi preso o estudante de medicina James Holmes (Foto: Reuters/Shannon Stapleton)Foto do memorial em Aurora, Colorado, nos EUA, em homenagem às 12 vítimas do tiroteio  (Foto: Reuters/Shannon Stapleton)
Mensagem estranha no celular
Holmes disse que não era membro da Associação Nacional de Rifle, que não tinha antecedentes criminais, que não estava proibido de armazenar munição e não era viciado em drogas.
Quando Rotkovich ligou para Holmes para explicar sobre as normas de segurança do clube e saber quem ele era, escutou "uma mensagem incoerente, estranha".
Apresentação para processo na segunda (23)
Holmes comparecerá em um tribunal do Colorado nesta segunda-feira para que seu processo judicial comece.
O detido preparou durante meses o tiroteio no cinema e a sofisticada armadilha que instalou em sua casa, o que deve ter custado cerca de US$ 8 mil, o que somado aos US$ 250 do clube do tiro, dá uma quantia bastante alta para um estudante desempregado desembolsar.
Visita do presidente
Neste domingo (22), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, viaja para o estado do Colorado para se encontrar com familiares em luto. Uma vigília está marcada para as 18h30 (horário local) em frente à Prefeitura de Aurora. O ato foi organizado por líderes civis, comunitários e religiosos.
... O presidente Barack Obama lamenta ao falar que o tiroteio durante a estreia do novo filme da série 'Batman' no Colorado foi 'cruel e uma violência sem sentido'. (Foto: Kevin Lamarque/Reuters)O presidente Barack Obama lamenta ao falar que o tiroteio durante a estreia do novo filme da série 'Batman' no Colorado foi 'cruel e uma violência sem sentido'. (Foto: Kevin Lamarque/Reuters)
No sábado (21), autoridades locais e federais desarmaram explosivos no apartamento do suspeito. James Holmes foi preso imediatamente após o massacre no cinema.
Encomendas
O jovem James Holmes estava recebendo grande número de encomendas, possivelmente de munição, nos últimos quatro meses segundo a polícia local.
O apartamento de Holmes estava armadilha com explosivos sofisticados, disse Dan Oates, chefe da polícia de Aurora, a cidade no estado do Colorado em que ocorreram as mortes. "Estava desenhado para matar quem entrasse", afirmou.
Antes de entrar no local, policiais utilizam uma câmera para verificar a casa do suspeito pelo tiroteio em Aurora, Colorado (Foto: Ed Andrieski/AP)Antes de entrar no local, policiais utilizam uma câmera para verificar a casa do suspeito pelo tiroteio em Aurora, Colorado (Foto: Ed Andrieski/AP)
"Sabemos que o suspeito recebeu, nos últimos quatro meses, um grande volume volume de encomendas tanto no endereço de casa quanto no do trabalho", disse Oates, em conferência de imprensa à tarde. "Isso começa a explicar como ele conseguiu as revistas e munições e começa a explicar como ele tinha alguns dos materiais encontrados no apartamento."
Mortos identificados e cinco em estado crítico
Segundo o legista do condado (uma subregião do Estado) de Arapahoe, Michael Dobersen, as 12 pessoas que morreram por conta dos tiros do cinema foram identificadas e as famílias foram avisadas. Dos 58 feridos no tiroteio, cinco estão em estado crítico no hospital da Universidade do Colorado. Outros sete estão nas unidades de tratamento intensiva e de trauma do Centro Médico de Aurora e dez teriam sido liberados.
21 de julho - Familiares e amigos participam de vigília de orações às vítimas em Aurora, Colorado (Foto: Reuters/Shannon Stapleton)Familiares e amigos participam de vigília de orações às vítimas em Aurora, Colorado (Foto: Reuters/Shannon Stapleton)
Amigos e familiares acendem velas em vigília por vítimas em filme do 'Batman' (Foto: Jeremy Papasso/Reuters)Amigos e familiares acendem velas em vigília por
vítimas (Foto: Jeremy Papasso/Reuters)
Preso sem reação
Holmes foi preso logo após o tiroteio, próximo ao seu carro em um estacionamento atrás do cinema, e não reagiu aos policiais, segundo as autoridades.
Questionado, ele afirmou que tinha material explosivo em casa. As motivações do suspeito ainda não estão claras.
Holmes foi identificado como um estudante da escola de medicina da Universidade do Colorado, que estava no processo de abandono de um programa de pós-graduação em neurociência, informou a universidade em comunicado.
A família divulgou uma declaração de condolências pelas vítimas e pediu por privacidade enquanto "processa essa informação".
  •  
tópicos:

Atirador recebeu pacotes de munição

 

Apartamento estava 'desenhado para matar' quem entrasse, diz polícia.
As 12 vítimas mortas pelo atirador dos EUA foram identificadas.

Do G1, com agências internacionais
O norte-americano que atirou contra a plateia na estreia do novo filme "Batman" em um cinema lotado no estado americano do Colorado estava recebendo grande número de encomendas, possivelmente de munição, nos últimos quatro meses segundo a polícia local.
O apartamento de James Eagen Holmes, de 24 anos, estava armadilhdo com explosivos sofisticados, disse Dan Oates, chefe da polícia de Aurora, a cidade no estado do Colorado em que ocorreram as mortes. "Estava desenhado para matar quem entrasse", afirmou.
"Sabemos que o suspeito recebeu, nos últimos quatro meses, um grande volume volume de encomendas tanto no endereço de casa quanto no do trabalho", disse Oates, em conferência de imprensa à tarde. "Isso começa a explicar como ele conseguiu as revistas e munições e começa a explicar como ele tinha alguns dos materiais encontrados no apartamento."
Os moradores dos prédios próximos ao de Holmes devem voltar a suas casas na noite deste sábado, disse o chefe de polícia.
Junto a bombeiros, policial carrega caixa com químicos das armadilhas montadas no apartamento do atirador dos EUA (Foto: Ed Andrieski/AP)Junto a bombeiros, policial carrega caixa com químicos das armadilhas montadas no apartamento do atirador dos EUA (Foto: Ed Andrieski/AP)
Mortos identificados e cinco em estado crítico
Segundo o legista do condado (uma subregião do Estado) de Arapahoe, Michael Dobersen, as 12 pessoas que morreram por conta dos tiros do cinema foram identificadas e as famílias foram avisadas. Dos 58 feridos no tiroteio, cinco estão em estado crítico no hospital da Universidade do Colorado. Outros sete estão nas unidades de tratamento intensiva e de trauma do Centro Médico de Aurora e dez teriam sido liberados.
Veja os nomes e idade dos mortos:
Gordon W. Cowden, 51 anos
Rebecca Ann Wingo, 32 anos
Jesse E. Childress, 29 anos
Alex M. Sullivan, 27 anos
John T. Larimer, 27 anos
Matthew R. McQuinn, 27 anos
Jonathan T. Blunk, 26 anos
Alexander C. Teves, 24 anos
Jessica N. Ghawi, 24 anos
Micayala C. Medek, 23 anos
Alexander J. Boik, 18 anos
Veronica Moser-Sullivan, 6 anos
Desativação
Em uma operação de segurança conduzida remotamente, na tarde deste sábado (21), um robô teria colocado um tubo, conhecido como 'tiro de água', perto do dispositivo de explosão improvisado e se afastado a uma distância segura. Depois, o dispositivo teria sido acionado.
As autoridades acreditam que agora poderão entrar no apartamento do atirador, segundo Cassidee Carlson, o sargento da polícia de Aurora, a cidade do estado do Colorado em que ocorreu o massacre. "Tivemos sucesso em desativar um segundo dispositvo de detonação", disse. "Não estamos seguros, mas acreditamos ter eliminado as maiores ameaças, mas só saberemos ao entrar no apartamento."
"Ainda há todos os tipos de perigos dentro do apartamento", disse Carlson. "Vamos permanecer aqui durante horas para recolher provas e mitigar esses riscos." Fotos do apartamento, tiradas por uma câmera levada à janela do terceiro andar, mostrou frascos de munição no chão e "coisas que se parece com morteiros", segundo o chefe de polícia Dan Oates. Também há garrafas com líquido desconhecido e fios pelo chão de todo o apartamento.
Policiais prepararam o 'tiro de água' para desarmar explosivos no apartamento do atirador americano (Foto: Andy Cross/AP)Policiais prepararam o 'tiro de água' para desarmar explosivos no apartamento do atirador americano (Foto: Andy Cross/AP)
Operação delicada
De acordo com Daniel Oates, chefe de polícia de Aurora, a residência de Holmes tem material inflamável e explosivo. O apartamento fica no terceiro andar de um alojamento para professores, alunos e funcionários da Universidade do Colorado, onde o suspeito estudava medicina.
"Isso pode durar horas ou dias", disse o policial."A cena é bem desagradável. Parece muito sofisticado, como ele armou. Pode ser uma longa espera", disse.
Na sexta-feira, imagens da TV local mostraram agentes da polícia em um guindaste tentando entrar por uma janela do apartamento do suspeito, em um terceiro andar.
As autoridades esvaziaram cinco edifícios nas proximidades e formaram um perímetro de diversos quarteirões por questão de segurança.
A sala de estar do apartamento do suspeito estava lotada de fios conectados com o que pareciam ser garrafas plásticas contendo um líquido desconhecido, afirmou o chefe adjunto do Corpo de Bombeiros de Aurora, Chris Henderson.

Foto de James Holmes, suspeito do tiroteio desta sexta-feira (20) no Colorado, divulgada pela Universidade do Colorado (Foto: Reuters)Foto de James Holmes, suspeito do tiroteio desta
sexta-feira (20) no Colorado, divulgada pela
Universidade do Colorado (Foto: Reuters)
12 mortos e 59 feridos
O ataque, ocorrido durante a madrugada em uma sala lotada de cinema de shopping,deixou 12 mortos e 59 feridos, segundo a polícia.
Holmes foi preso logo após o tiroteio, próximo ao seu carro em um estacionamento atrás do cinema, e não reagiu aos policiais, segundo as autoridades.
Questionado, ele afirmou que tinha material explosivo em casa.
As motivações do suspeito ainda não estão claras.
Holmes foi identificado como um estudante da escola de medicina da Universidade do Colorado, que estava no processo de abandono de um programa de pós-graduação em neurociência, informou a universidade em comunicado.
A família divulgou uma declaração de condolências pelas vítimas e pediu por privacidade enquanto "processa essa informação".
Luto de seis dias
O presidente dos EUA, Barack Obama,afirmou que o tiroteio foi uma violência "sem sentido"
O democrata adiou compromissos de campanha eleitoral por conta do incidente e decretou luto oficial de seis dias no país.
A Casa Branca afirmou que, até agora, pelo que se sabe, não parece que o ataque tenha elo com nenhuma célula terrorista.
mapa tiroteio batman versao 4 (Foto: 1)
Policiais vasculham o apartamento do suspeito nesta sexta-feira (20) em Aurora, no estado americano do Colorado (Foto: AFP)Policiais vasculham o apartamento do suspeito nesta sexta-feira (20) em Aurora, no estado americano do Colorado (Foto: AFP)
tópicos:

Notícias: JORNAL ESTRELA SELMA.NEWS

Atalho do Facebook

Seguidores - FOLLOW THIS BLOG

Obrigada! Bjs!


I made this widget at MyFlashFetish.com.

AddThis Button BEGIN

SEGUROS EM GERAL

SEGUROS EM GERAL
eduardo_seguros@hotmail.com

Follow me

Follow me
Twitter

Relógio Flamengo

Climatempo

Campanha Adote um Vira-Lata!

AddThis

Bookmark and Share

Google

Pensou Seguros? CLIQUE! Ligue para EDUARDO SANTOS OLIVEIRA

Pensou Seguros?  CLIQUE! Ligue para EDUARDO SANTOS OLIVEIRA
Telefone 21 99526299

Flamengo...Amor Eterno!!

Flamengo...Amor Eterno!!

Mais um PrêmioVEJABLOG!

Meus Prêmios -GB

Meus Prêmios -GB

Meus Prêmios -GB
Gazeta dos Blogueiros

License

Blogueiros contra o Tabagismo!

Blogueiros contra o Tabagismo!

DIGA NÃO À PEDOFILIA!

DIGA NÃO À PEDOFILIA!

Sou do BEM

Sou do BEM

Counter

Google Pesquisa results

Loading...

Feed

http://feeds2.feedburner.com/blogspot/FqSN

Quem sou eu

Quem sou eu
ESTRELA SELMA